SHELLSY BARONET

 

A multi-talentosa artista moçambicana Shellsy Baronet, é famosa pelo seu single “Ultima Bolacha” que foi lançado em 2016. Ela fez sua estréia no Coke Studio Africa - 2017 no segmento Big Break ao lado de Eddy Kenzo (Uganda) e Bisa Kidei (Gana) ). Isso abriu o caminho para o sucesso instantâneo em seu país; e em apenas alguns meses o videoclipe da música “Última Bolacha” ultrapassou 1 milhão de visualizações no YouTube. Shellsy ganhou os prémios de Melhor Acto Feminino e essa trajetória levou a Coke Studio Africa a recrutá-la para a edição de 2019 como um acto principal de Moçambique. Este ano, Shellsy irá colaborar com a cantora tanzaniana Juma Jux.

 

A JORNADA

Antes de sua carreira musical, Shellsy fazia parte de um grupo teatral, onde era dançarina e modelo. Sua motivação para entrar na música em tempo integral, veio quando ela foi selecionada para fazer parte de uma competição de música para crianças e jovens nos EUA, onde ela emergiu em segundo lugar. Após a competição, ela voltou para casa e assinou com a Game Over Entertainment - sob o qual ela lançou sucessos como "Não quebre meu coração". Mais tarde, ela lançou seu primeiro EP “Shellsy Baronet”, que recebeu uma grande aceitação. O EP apresentou seu single de sucesso “Ultima Bolacha”. A partir de então, sua carreira foi em ascensão e já a viu se apresentar ao lado de artistas como C4Pedro e seu irmão Zander Baronet. Shellsy também teve o privilégio de se apresentar em um evento das Nações Unidas “Dia Mundial da Aids” e no “Zouk Tropical Festival”.

 

SUPER MULHER

Com uma audiência crescente, a artista multi-talentosa cimentou o seu nome na indústria através do seu envolvimento com iniciativas de empoderamento das mulheres e ajudando as escolas desfavorecidas dentro de Moçambique a sobreviver. Actualmente, ela grava em estúdio músicas de seu primeiro álbum, que será lançado em 2018 e incluirá colaborações com artistas de países lusófonos e outros renomados artistas africanos.

 

 

A HISTÓRIA DE SHELLSY

 

Baronete Shellsy nasceu em Moçambique, mas passou parte de sua infância entre a África do Sul e Moçambique, onde percebeu sua paixão pela música. Aos 10 anos de idade, enquanto estudava na África do Sul, ingressou no departamento de artes da escola e fez parte da dança, modelagem e do grupo teatral. Sua inspiração é derivada de artistas como Mingas, La Lizzy e Zander Baronet.